RESENHA: Confissões de um Advogado – José Roberto Martins Garcia

by Jonas Lemes Bertoldo Scherer

Título da obra: Confissões de um Advogado; Autor: José Roberto Martins Garcia; Formato: eBook Kindle; Ano de publicação: – – (eBook Kindle); 2011 (Editora Juruá); Número de páginas: 98; ISBN: – – .

 

Existe um gênero de escrita bastante popular, no ramo do Direito, que mistura a narrativa de vivências profissionais pessoais do autor com  histórias e casos vividos por terceiros,  tudo concatenado com análises e considerações acerca das consequências e particularidades dos acontecimentos narrados.Uma das obras mais famosas que reúne esses elementos é Elogio dei giudici scritto da un avvocato, do famoso advogado italiano Piero Calamandrei, publicada pela primeira vez em 1935.

Mas não é a intenção desta resenha invadir o campo da Teoria Literária no intuito de classificar um gênero de escrita comum ao Direito, muito menos apresentar ao leitor a obra de Calamandrei: o que se quer é abordar o título “Confissões de um advogado”, do advogado brasileiro José Roberto Martins Garcia. Invoca-se Piero Calamandrei apenas para ilustrar e fazer referência histórica quanto ao estilo e à forma assumidas por Garcia em seu texto – intencionalmente ou não.

Até porque Garcia menciona Calamandrei mais de uma vez em suas confissões. Aliás, o leitor não pode se deixar levar, em suas expectativas, por essa palavra – “confissões”. Muito longe do estilo hipotático de Santo Agostinho, as confissões de Garcia são, na verdade, conversações. Ler o opúsculo de menos de 100 páginas é como assumir o papel de interlocutor em uma conversa com o autor; mas, não é papo de boteco. Talvez o título mais adequado para essa obra fosse “Conversa de um advogado”.

De fato, a característica mais relevante de “Confissões de um advogado” é a atmosfera de sinceridade e de  honestidade intelectual. É difícil (impossível?) encontrar passagens no livro que remetam o raciocínio ao dolus bonus da autopromoção, de maneira que o autor, em sua sinceridade, oferece uma visão da advocacia impossível de ser encontrada na doutrina – e despida dos grandiosos projetos epistêmicos que vêm junto das referidas bulas acadêmicas.

É leitura rápida, descomplicada e com valor pedagógico garantido para uma vasta quantidade de advogados e interessados no Direito manifesto no Mundo Sensível. Desancoselhável, no entanto, para os que estudam o Direito do Hiperurânio ou a Hermenêutica Genérica de ______________ (substituir pelo seu hermeneuta preferido).

Ademais, recomenda-se cuidado aos aficionados por vírgulas e pelo seu emprego ortodoxo. Afora isso, a relação entre o tempo de leitura e o entretenimento/aprendizado é satisfatória e aumenta de maneira inversamente proporcional em relação à experiência jurídica do leitor.

A versão eBook Kindle não apresenta numeração ISBN, data de publicação, ficha catalográfica e nem formato físico para referência de páginas, o que pode dificultar a citação.